17 de abr de 2014

Deita as Fibras


Fibras para ajudar na dieta

Elas matam a fome, limpam o organismo e ainda impedem que o corpo estoque gordurinhas
Redação

Fibras para ajudar na dieta
Foto: Thinkstock/Getty Images

Você já deve ter notado que as fibras viraram uma verdadeira febre nos últimos tempos. Nas prateleiras do supermercados, produtos e mais produtos apresentam no rótulo a indicação de que são turbinados com esse nutriente. Mas, afinal, por que elas são tão importantes para o nosso corpo? 

“Fibras são substâncias encontradas em alimentos de origem vegetal que auxiliam no processo digestivo”, explica a nutricionista Ângela Cardoso. “Elas promovem uma faxina no corpo, auxiliando na eliminação das toxinas e aprisionando as moléculas de gordura”, ensina.
 

Se levássemos em conta apenas esses dois motivos, já ficaria claro por quê uma alimentação rica em fibras é imprescindível para quem quer emagrecer. Porém, os benefícios da substância não param por aí. No estômago, as fibras insolúveis funcionam como esponjas, retendo água e aumentando de volume. O resultado dessa transformação é uma gostosa sensação de saciedade. Como essas parceiras também são difíceis de serem digeridas pelo corpo, elas ainda permanecem um bom tempo no estômago e mantém a fome sob controle.

Fibras

Pele sedosa
A sua pele também agradecerá caso recheie o seu cardápio com alimentos fibrosos. Como combate as moléculas de gorduras do corpo, as fibras contribuem indiretamente para o controle da oleosidade da pele. Isso significa o fim daqueles cravos e espinhas que insistem em nascer fora de hora.
Por fim, as fibras previnem o câncer de cólon e controlam as taxas de açúcar no sangue, espantando o fantasma da diabetes.


Lista de compras
Você não precisará gastar além da conta para montar um cardápio rico em fibras. Em linhas gerais, esse nutriente se faz presente nas frutas, verduras, legumes e cereais, que são baratinhos e podem ser encontrados em qualquer quitanda ou supermercado.
Na hora de compor a sua lista de compras, acrescente verduras como o espinafre, a acelga e a couve; leguminosas como o feijão e a lentilha e frutas frescas e secas.
 

Para garantir os nutrientes desses alimentos, consuma-os tão logo forem cortados e de preferência crus. Isso porque as fibras costumam perder seu efeito emagrecedor quando cozidas ou expostas ao ambiente por muito tempo.
 

E quando for preparar salada de frutas ou vitaminas, nada de descartar as cascas no lixo. Isso porque elas são ricas na substância, assim como o bagaço de algumas frutas (como no caso da laranja e da tangerina).
Vale ainda lembrar que os benefícios das fibras só são ativados na presença de água. “O ideal é consumir cerca de 2 litros de água, sucos ou chás sem açúcar todos os dias”, orienta a nutricionista.


Fibras

Trocas inteligentes
Algumas substituições de alimentos são capazes de turbinar as suas refeições com fibras sem maiores esforços. Um exemplo é o arroz integral, que contém o dobro de fibras quando comparado ao arroz branco. Outra dica é abolir o pão branco e investir naqueles feitos com grãos. Vale a pena!
Para aquelas que possuem uma rotina corrida, uma boa opção são as fibras sintéticas (polidextrose) que são vendidas em saquinhos. Como não possuem sabor, podem ser adicionadas até num copo d’água sem problema.



Contra-indicação
Consumir muita fibra pode gerar algumas reações desagradáveis. O efeito esponja da substância pode dilatar o estômago, aumentando a sua capacidade de armazenamento. O excesso ainda pode causar diarréia, gases e cólicas. Para não sair da linha, especialistas recomendam a ingestão de 30g de fibras por dia.
{Fonte e imagem papofeminino.uol.com.br}

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares da Semana

AVISO IMPORTANTE!!! Muitas fotos são retiradas da Internet, se você detém algum direito autoral sobre alguma foto ou material postado aqui, entre em contato comigo,
eu o removerei ou colocarei os devidos créditos. Obrigada!!!!